COMENTÁRIOS/ENVIO DE ARTIGOS E FOTOS/SUGESTÕES

Para sugestões, envio de artigos e fotos que queiram ser postados e comentários, usem nosso e-mail:

ivaschin@gmail.com

terça-feira, 25 de agosto de 2009

MOTIVOANDO - ESCRITO EM JULHO DE 2007!

MOTI"VOANDO"

De 16 de Julho 2007

NAPOLEÃO BONAPARTE!
Ivair Faria

...Nascido em 1769 em Córsega e aos 10 anos de idade já encarou seu primeiro desafio quando seu pai o mandou pra França, numa escola militar. Aprendeu os hábitos militares e era um apaixonado por matemática, daí foi só juntar essas duas ferramentas e criar grandes estratégias para alcançar cada um de seus objetivos. Com 19 anos de idade foi nomeado tenente da artilharia do exército francês e aos 27 anos nomeado general, onde a glória lhe acompanhou. Nem mesmo as derrotas o deixavam pra baixo e sem o espírito de guerreiro e a vontade de dar a volta por cima.

Além de sua grande estratégia pessoal que era sempre fazer com que seus soldados se considerassem sempre invencíveis, atuava com espiões o tempo todo, onde através deles poderia estudar e conhecer mais seus inimigos de guerra.
Dividiu seu exército em quatro grupos de homens, sendo um grupo formado pelos soldados inteligentes e sem atitude, outro formado pelos inteligentes e com atitudes, um terceiro grupo formado pelos “burros” sem atitude e por último um pelotão formado de “burros” com atitudes.

Os inteligentes sem atitudes, ficaram sendo os líderes, traçavam as estratégias e estudavam cada uma delas para assim determinar ao restante do pelotão o que teria de se fazer pra chegar á vitória. Os inteligentes e com atitudes eram o pelotão de frente, pois estavam sempre prontos a qualquer alteração de estratégia e/ou um segundo plano, sabiam tudo e agiam conforme tinha de ser. Os “burros” sem atitudes eram os pelotões de trás, pois faziam sempre o que o pelotão da frente determinava, seguiam eles e protegiam as retaguardas. Os considerados “burros” e com atitudes, nosso general mandou matar tudo, já pensou que perigo isso iria proporcionar ao seu grande exército vencedor?

Na nossa empresa é assim, precisamos reorganizar nosso quadro funcional e colocar cada ser na sua real função, assim conseguimos dar estabilidade á empresa, organizar o quadro e fazer com que todos os nossos soldados tenham condições de se prosperar. Uma análise de ambiente é bem recebida, pode muito bem detectar as condições de cada um e nos apontar como estão posicionados nossos soldados, quais os treinamentos precisam, em quem poderemos investir e quem são aqueles que teremos de “matar”.


“Nosso general foi muito estratégico com a gente, nos ensinou com poucas palavras e muitas ações, nos levou á vitória sempre, e fez com que a nossa felicidade nos tornasse sempre homens de frente, prontos á virada toda vez que o tempo nos obrigasse, valeu meu general, hoje líder junto do maior de todos!”

Obrigado e sucesso a todos!

Nenhum comentário: