COMENTÁRIOS/ENVIO DE ARTIGOS E FOTOS/SUGESTÕES

Para sugestões, envio de artigos e fotos que queiram ser postados e comentários, usem nosso e-mail:

ivaschin@gmail.com

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

VULCABRÁS 752 - colegial

Era assim, papai comprava um Vulcabrás novo pra gente ir pra escola, não era muito caro, mas mediante o que se ganhava, se tornava um calçado caro, mas um caro compensativo, pois durava quase que os 04 anos de escola, era só o pé não crescer tanto, rsrsrsrs.

A gente lavava ele com café pra ficar pretinho, colocava no sol - dava um chulé danado - usava com uma meinha branca, as canelas cinza porque não passava creme e ia pra escola, chutava tanta pedra que até a ponta dele descascava, mas o sapato não acabava de jeito nenhum, aguentava mesmo o rojão, vichhhhhh...

Ai era assim, pra passear e pra ir á missa, passava café de novo e ficava brilhando, chegava, tirava e guardava pra escola, nunca andamos descalças, sempre com ele e na falta deste, meu Deus...a coisa piorava, pois ai vinha o Montreal, outro "chulezento" e que nunca acabava.

Hoje nossos filhos têm quantos sapatos mesmo??? Quantos tênis??? E ainda me falam de pobreza, salários ruins e caristia, os carinhas não querem nem saber de montreal e Vulcabrás, vai dar um pra ver o que acontece...Hahahahahahaha....

Valeu meu pai, valeu pescador, era apertado mais era de uma felicidade tão grande....

Ivair Faria!